Clilson Jr e Nilvan Ferreira agora cortam os pulsos: em decisão monocrática, Laurita Vaz(STJ) põe Coriolano Coutinho em liberdade

O irmão do ex-governador Ricardo Coutinho vai passar o carnaval ao lado da família.

Depois de passar Natal, ano novo e quase dois meses ilegalmente preso, Cori volta a saborear o gostinho do que é ter juízes que decidem baseados na lei e na Constituição.

A Ministra Laurita Vaz não precisou encaminhar à turma do STJ, a mesma que julgou o recurso da PGR bolsonarista ao habeas corpus que manteve Ricardo Coutinho em liberdade. A ministra decidiu “monocráticamente”.

E não fez isso – agora a imprensa cassista corta os pulsos – como se sua decisão fosse mera extensão do julgamento do HC de Ricardo, o que significa dizer que os argumentos que justificaram a prisão de Coriolano Coutinho eram ainda mais frágeis que os usados pelo Gaeco para pedir prisão do ex-governador.

Falta ainda conhecermos os detalhes da decisão da ministra Laurita Vaz, mas já é possível antecipar que a fita do desembargador Ricardo Vital sai dessa ainda mais desgastada do que já está.

Coriolano Coutinho livre

Publicado por Flavio Lucio Vieira

Professor do Departamento de História da UFPB, doutor em Sociologia.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: