Imagens de uma Campina sem coração correm o mundo

Campina Grande foi um dos assuntos mais comentados do Twitter nesta terça-feira (28/04). A razão para o interesse repentino do mundo pela Rainha da Borborema não foi nada lisonjeira, muito pelo contrário.

As imagens de trabalhadores e trabalhadoras do comércio local, ajoelhadas nas calçadas de lojas, muitos visivelmente constrangidos, mostram até que ponto podem chegar os empresários campinenses, que teimam em expor seus empregados aos riscos da contaminação por Covid-19.

Mesmo com todas as informações que dispõem o avanço da doença no país, e sobre o isolamento social ser não a principal, mas a única política para impedir um desastre humanitário, que já acontece em cidades como Manaus, esses emprésarios buscam de todas as maneiras desrespeitar as orientações das autoridades sanitárias do país, sem receberem sequer uma advertência.

Esse fato degradante aconteceu no mesmo dia em que a cidade de Blumenau, em Santa Catarina, viu explodir os casos de pessoas infectadas pelo coronavírus, o que aconteceu logo após a reabertura do comércio local: um aumento de 28,5% entre domingo e segunda.

Segundo o site Paraiba Debate, o protesto foi um uma iniciativa de empresários e lojistas para reabrir o comércio de Campina, posição a que o Sindicato dos Comerciários é frontalmente contrária. Segundo nota do sindicato, os comerciários presentes à manifestação “foram coagidas a estarem no ato”. (Paraiba Debate)

Publicado por Flavio Lucio Vieira

Professor do Departamento de História da UFPB, doutor em Sociologia.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: