Diretor de Comunicação da Assembleia envia nota de esclarecimento ao blog

Sobre a matéria publicada no seu blog, sobre a verba indenizatória, gostaria de esclarecer uns pontos.

  1. A resolução em questão foi publicada originalmente em outubro de 2019, quando não existia a Covid-19. Ela foi editada e atualiza em fevereiro, apenas para incluir um inciso que tornou a prestação de contas mais rígida.
  2. Em dezembro de 2018, foi publicada outra resolução, a 1.783, que extinguiu a verba de contratos de apoio parlamentar.
  3. Na resolução de outubro de 2019, foi restituída a verba de divulgação de atuação parlamentar, fazendo com que o teto de gastos da Viap voltasse ao patamar dos R$ 40 mil, que já era praticado desde 2014.

Marcos Wérik

Publicado por Flavio Lucio Vieira

Professor do Departamento de História da UFPB, doutor em Sociologia.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: