Lockdown: povo lota ruas de Campina e desmoraliza Romero Rodrigues e João Azevedo

O (por enquanto) prefeito de Campina Grane, Romero Rodrigues, nunca foi capaz de enfrentar a pressão dos que nunca aceitaram o isolamento social para enfrentar a pandemia de coronavírus.

Avisos não faltaram de que essa postura iria levar ao caos e ao colapso no sistema de saúde da cidade, como já está em vias de acontecer.

Depois do leite derramado, Romero resolveu que estava na hora de fazer lockdown, ou seja, transitou rapidamente da crítica ao isolamento social para a mais radical das iniciativas que, se tivesse sido adotada antes, bem antes, certamente o pior poderia ser evitado.

Os vídeos abaixo foram gravados hoje de manhã no centro de Campina Grande. Quem me enviou acrescentou um comentário que eu faço questão de transcrever aqui: “Isso não é desobediência do povo. É desmoralização dos governantes. É diferente”.

Eis uma safra de políticos que o povo não respeita, a começar pelo governador.

Publicado por Flavio Lucio Vieira

Professor do Departamento de História da UFPB, doutor em Sociologia.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: