Arquiteto Germano Romero: “Márcia Lucena sofre uma imensa e agressiva perseguição da oposição política”

O arquiteto Germano Romero tem escrito em seu perfil no Facebook depoimentos comoventes em defesa da administração de Márcia Lucena, no Conde.

No último, postado hoje (05/06), Romero mostra a incongruência que é ter uma administração que “sofre uma imensa e agressiva perseguição da oposição política, oriunda de pessoas ligadas ao tenebroso passado do município” , mesmo o Conde não tendo tido até hoje uma administração à altura do “nível que a cidade e o seu sofrido povo merecem.” Será que virou uma proibição administrar bem na Paraíba?

As palavras do renomado arquiteto nos leva à uma inquietante e, por isso mesmo, necessária questão. Por que esse olho de lupa do Ministério Público estadual contra a administração de Márcia Lucena, no Conde? Por que não a mesma postura não se repete em outras prefeituras? A escolha é ideológica?

Claro que o arquiteto não adentra nesses meandros, mas seu depoimento demonstra que começa a dar na vista que há mesmo uma predileção, uma certa “obsessão”, do MPPB e da juíza local em relação ao Conde.

Abaixo, a postagem do arquiteto Germano Romero, em seu Facebook.

Não nos importa se é de esquerda, de direita, de centro, de centro-esquerda, de centro-direita. Não nos importa se é do PSL, PT, PSOL, PMDB, Pererepê, Perepepol. Não importa se sua gestão tem falhas, pois se é composta por seres humanos, imperfeitos na sua natureza, jamais poderia ser perfeita. Aliás, lembrando o grande maestro Eleazar de Carvalho, “a perfeição é o início da decadência”.

O que nos importa é que nos quase 50 ANOS em que convivemos, moramos, feriamos, praiamos e testemunhamos a evolução urbana, social, político-administrativa e turística do município de Conde, NUNCA vimos uma gestão tão profícua, trabalhadora, produtiva e eficaz na mais ampla pulverização de serviços públicos.

Infelizmente, desde o primeiro dia em que colocou os pés na prefeitura, Marcia Lucena sofre uma imensa e agressiva perseguição da oposição política, oriunda de pessoas ligadas ao tenebroso passado do município que NUNCA teve uma administração no nível que a cidade e o seu sofrido povo merecem.

É difícil, muito difícil, mas, quanto mais se vencem os desafios, mais se percebe o nível de incansável dedicação dessa mulher que já faz história na política paraibana. Siga em frente, Márcia. O Conde agradece.

Publicado por Flavio Lucio Vieira

Professor do Departamento de História da UFPB, doutor em Sociologia.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: