CAMPANHA EM JOÃO PESSOA: SINTEP denuncia assédio moral do governo do estado contra professores

Um mistério  ainda perdura na campanha eleitoral de 2020 em João Pessoa: até onde está disposto a ir o governador João Azevedo no esforço quase desesperado para eleger o novo  aliado Cícero Lucena, a ponto de permitir que sua equipe cometa crime eleitoral de maneira tão recorrente quanto escancarada.

O que será que tem por trás disso? Se Cícero Lucena só tem a ganhar com essa situação, o governador tem muito a perder.

Nós mesmos já denunciamos aqui no blog algumas dessas ilegalidades, que até agora não receberam a devida reprimenda da Justiça Eleitoral.

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Paraiba (SINTEP) já fez várias denúncias. Em nota publicada hoje em sua página da internet, o sindicato chega a recomendar aos professores e professoras da rede estadual que denunciem as práticas de assédio moral dos dirigentes da Secretaria de Educação, que não apenas usam as estruturas e meios do Estado, como desejam obrigar professores/as a fazerem campanha para o candidato oficial, Cícero Lucena.

O Sindicato relembra que os trabalhadores que estiverem passando por essa situação de pressão e ameaças, devem entrar em contato com a direção e fazer uma denúncia anônima ao Tribunal Regional Estadual (TRE), através do aplicativo Pardal.

Na mesma matéria, o SINTEP diz que “recebeu mais uma denúncia sobre a infração do código eleitoral”: agora, é um gestor do programa de robótica das escolas estaduais que, através de grupo de Whatsapp oficial, pede o “comparecimento de professores e alunos para o evento promovido pelo candidato à prefeitura de João Pessoa apoiado pelo Governo”

O SINTEP encerra reafirmando seus compromissos com “uma sociedade democrática e pela liberdade de voto”.

Mais um caso:

A última dessa turma foi usar o grupo de Whatsapp das Secretarias das escolas de Educação Integral, demonstrando que as práticas de uso da máquina e de assédio moral continuam.

A função do grupo de Whatsapp é tornar mais rápida a circulação de informações institucionais entre os dirigentes, mas está sendo utilizado para campanha eleitoral.

Veja o print abaixo tirado do grupo hoje à tarde. Em meio a um pedido pra desvincular uma aluna surge um card da campanha de Cícero Lucena, convocando para uma atividade de campanha de Cícero Lucena. Além da presença do candidato do PP, no encontro estará também próprio governador.

Eu quero crer que a justiça não seja cega ao ponto de não ver o que acontece em João Pessoa nessa campanha.

Publicado por Flavio Lucio Vieira

Professor do Departamento de História da UFPB, doutor em Sociologia.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: