Nos últimos 6 meses, Wallber Virgolino gastou quase R$ 200 mil em ajuda de custo da Assembleia

No primeiro debate da campanha atual para a prefeitura de João Pessoa, o candidato bolsonarista João Almeida, do Solidariedade, acusou outro bolsonarista, Wallber Virgolino (Patriota), de ter gastado R$ 2 mil reais por dia “tomando cachaça” em Bananeiras, para onde o deputado estadual se mudou durante a pandemia.

Segundo Almeida, Virgolino, que não é o Lampião, gastou ainda R$ 240 mil de verba parlamentar, isso enquanto a Assembleia estava fechada.

Só como lembrança, o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino, aumentou a verba indenizatória para R$ 40 mil reais. Com ela, os deputados estaduais paraibanos gastam como quiser, bastando apenas apresentarem as notas dos gastos.

Uma “ajuda de custo” aos mau pagos parlamentares da rica Paraíba.

Quando a pandemia de coronavírus chegou à Paraíba, os trabalhos parlamentares presenciais da Assembleia foram suspensos, as sessões passaram a ser remotas, ou seja, todos os deputados passaram a trabalhar de casa.

Por um desses mistérios fáceis de explicar, trabalhando de casa, nossos parlamentares continuaram a receber a intregralidade da ajuda de custo de R$ 40 mil reais.

E tudo permanaceria assim não fosse a vigilância de blogs como o nosso, que denunciaram o caso. Só então, Adriano Galdino anunciou a redução no valor da “ajuda de custo” para R$ 25 mil reais.

Hoje, descobrimos que nem esse limite de R$ 25 mil reais para as verbas indenizatórias não valeu para o deputado estadual Wallber Virgolino.

Preste atenção nas cópias de empenhos abaixo (empenho é o ato administrativo que cria para o órgão público a obrigação de pagar uma dívida já reconhecida).

Notem que, nos últimos seis meses,
os valores empenhados para pagamento das despesas do deputado referentes à verba indenizatória, beiram em quase todos os 40 mil reais por mês. Isso significa que o anúncio da redução de 40 mil para 25 mil reais não aconteceu. Pelo menos para o deputado Wallber Virgolino.

Somados, o deputado estadual e candidato a prefeito de João Pessoa gastou quase R$ 200 mil reais nos últimos meses. Como se vê, trata-se de homem público muito preocupado em economizar o dinheiro da sociedade.

Com seus critérios muito particulares de moralidade, Wallber Virgolino mostra ser um legítimo bolsonarista. Até nisso.

Publicado por Flavio Lucio Vieira

Professor do Departamento de História da UFPB, doutor em Sociologia.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: