GOLPE NA UFPB: Bolsonaro nomeia último colocado na eleição para reitor da UFPB

O presidente Jair Bolsonaro nomeou hoje o professor do Departamento de Psicologia, Valdiney Veloso Golveia, para o cargo de Reitor da Universidade Federal da Paraíba.

Valdiney obteve apenas 5,35% dos votos da comunidade universitária da UFPB, sendo 127 de professores (4,8%), 91 de técnicos-administrativos (2,6%) e insignificantes 698 de estudantes (1,7%). Se condiderarmos apenas aos votos válidos, os percentuais de Valdiney beiram a insignificância.

Enquanto isso, a chapa vencedora, formada pelas professoras Terezinha Diniz (Departamento de Ciências Animais) e Mônica Nóbrega (Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas), obteve 1078 votos de docentes, 1225 de técnicos-administrativos, e 6702 votos de estudantes. Uma diferença acachapante para o terceiro colocado.

Dificilmente a comunidade universitária da UFPB aceitará passivamente ver sua decisão soberana ser desprezada como foi por Jair Bolsonaro. Desde que as eleições para reitor foram instituídas, o resultado das urnas foi acatado por todos/as os/as presidentes/as, incluindo João Figueiredo, em plena Ditadura Militar (1984).

Publicado por Flavio Lucio Vieira

Professor do Departamento de História da UFPB, doutor em Sociologia.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: