2022: com Lula, Ricardo e Luciano, candidatura de Veneziano promete provocar tempestade eleitoral na Paraíba

O encontro de ontem de Veneziano Vital com Lula foi mais um lance decisivo nos intricados movimentos que antecedem a formação dos palanques e das chapas majoritárias na Paraíba.

Ao conversar com Lula mais uma vez e publicar em suas redes sociais a foto do encontro, ambos sorridentes e de punhos unidos, Veneziano deixa claro pelo menos duas coisas: que estará com a candidatura de Lula e que tem a simpatia do ex-presidente para o projeto do senador disputar o governo do estado em 2022.

Os sinais estão aí para quem desejar enxergar. Qual dos candidatos ao governo da Paraíba que desejam uma aliança com Lula teve esse privilégio político até agora? João Azevedo tenta há meses um encontro com o candidato do PT à Presidência, mas foi solenemente ignorado nos apelos públicos – e patéticos – feitos até agora. Enfim, o governador colhe os frutos podres dos atos de traição a Ricardo Coutinho e pelo comportamento covarde de sequer mostrar solidariedade diante das perseguições sofridas por Lula, no pior momento da vida do ex-presidente.

Se Veneziano conseguiu o incentivo decisivo de Lula para sua candidatura ao governo, ele ainda precisa, claro, consolidar um acordo com o PT da Paraíba. O presidente do partido, Jackson Macedo já delineou as condições: a candidatura ao Senado de Ricardo Coutinho. Luciano Cartaxo é também uma peça importante na montagem desse tabuleiro.

Não enxergo problemas para Veneziano em ter Ricardo Coutinho na chapa majoritária, muito menos Luciano Cartaxo, se essa for essa a disposição do ex-prefeito de João Pessoa.

Além da liderança pessoal que tem o próprio Veneziano, sobretudo em Campina Grande, cujo eleitorado anda ansioso para voltar a ter um campinense governando a Paraíba, compor chapa com as duas maiores lideranças do maior colégio eleitoral da Paraíba será uma poderosa sinalização da viabilidade eleitoral da chapa. E com o acréscimo da relevância que Ricardo Coutinho tem no resto do estado (o que é confirmado pelas pesquisas eleitorais que o colocam como favorito na disputa para o Senado). Some tudo isso ao apoio de Lula, temos uma tempestade eleitoral perfeita.

O campo está aberto para o senador e ex-prefeito de Campina Grande. Já que a disposição de Veneziano para disputar o governo do estado está mais que evidenciada, resta agora o PT da Paraíba avançar na direção dessa aliança para derrotar o retrocesso e retomar, atualizado, um projeto de desenvolvimento para o estado.

Publicado por Flavio Lucio Vieira

Professor do Departamento de História da UFPB, doutor em Sociologia.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: