Bruno Pereira, na Arapuã: “Aguinaldo não se lançou candidato por medo de enfrentar Ricardo Coutinho”

Passei a Semana Santa em Assunção, no Cariri; há uns 40 dias visitei Patos, minha cidade natal; tenho conversado com muita gente de cidades do interior, do Brejo ao Sertão, e concordo completamente com a avaliação que o radialista Bruno Pereira fez, hoje (22), na rádio Arapuã, sobre o impasse na chapa de João Azevedo.

Em um editorial que abre o programa que apresenta, ao lado de Fernando Brás, nos finais de tarde na rádio Arapuã FM (veja o vídeo abaixo), Bruno Pereira avaliou os motivos pelos quais o deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP) não lançou ainda sua candidatura ao Senado.

Para ele, mesmo com o apoio do governador João Azevedo e sem ter mais a concorrência de Efraim Filho, que pulou fora do barco para compor a chapa de Pedro Cunha Lima, para justificar o imobilismo, Aguinaldo Ribeiro não lança sua candidatura por medo de Ricardo Coutinho

Pouca gente na Paraíba sabe a estratégia de Aguinaldo Ribeiro de ainda não ter anunciado se vai ou não ser candidato ao Senado na chapa de João Azevedo (…) A decisão de Aguinaldo não é medo de enfrentar Efraim Moraes nas urnas. A pedra no sapato dele se chama Ricardo Vieira Coutinho. Aguinaldo está aguardando uma posição para saber se vai ou não enfrentar Ricardo Coutinho nas urnas, porque sabe se enfrentar é perigo, é risco de perder para Ricardo Coutinho, que indiscutivelmente, nas pesquisas internas, ocupa, entre todos os candidatos, o primeiro lugar nas intenções de voto para o Senado Federal.

A opinião que Bruno Pereira esboçou não chega a ser uma novidade (nós já tratamos aqui no blog sobre as razões de Aguinaldo Ribeiro vacilar tanto em se lançar candidato ao Senado). A novidade é um radialista ousar opinar com tanta sinceridade em cadeia estadual de rádio.

Sinal de que a vaca da chapa de João Azevedo (que continua a curtir suas férias na Europa) começa a ir para o brejo? Sem candidato ao Senado, restará saber se o governador terá coragem de se lançar na disputa para o governo.

Como Ricardo Coutinho, mantenho a dúvida: João Azevedo será mesmo candidato? E se for, terá condições de ir ao segundo turno?

,

Publicado por Flavio Lucio Vieira

Professor do Departamento de História da UFPB, doutor em Sociologia.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: