Por que Lula, Ricardo e o PT escolheram apoiar Veneziano ao governo da Paraíba

Desde que chegou ao Congresso Nacional, primeiro como deputado federal (2015-2018), depois como Senador (2019), Veneziano Vital do Rego tem assumido posições exemplares em defesa dos trabalhadores e da democracia.

Ao contrário de Aguinaldo Ribeiro e Efraim Filho, que se notabilizaram por suas posições contrarias aos interesses da maioria e em defesa dos mais ricos, os posicionamentos de Veneziano acompanharam as posições das bancadas mais progressistas no Congresso em questões relevantes e caras aos interesses dos trabalhadores. E de João Azevedo, que nunca se posicionou sobre coisa alguma.

Como a lista é grande, destacarei abaixo alguns posicionamentos do senador e candidato ao governo da Paraíba que mereceram elogios e o reconhecimento de instituições da sociedade civil, como o DIAP (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar), que é constituído por cerca de 900 entidades sindicais de trabalhadores de todo o país, incluindo as principais Centrais Sindicais, como a CUT e a CTB.

O Diap elabora anualmente uma lista com os 100 parlamentares mais influentes do Congresso (Os “Cabeças” do Congresso Nacional). Desde que assumiu o mandato de senador, em 2019, Veneziano Vital do Rego tem frequentado a lista, incluindo a do seu primeiro ano de mandato. Veja:

Em 2021, o Congresso em Foco elegeu Veneziano como um dos cinco senadores mais atuantes do Senado. (veja aqui)

A influência de Veneziano no Congresso, entretanto, diz alguma coisa sobre sua atuação parlamentar, mas não diz tudo, nem o mais importante. Os posicionamentos do senador e candidato ao governo da Paraíba merecem destaque em temas caros ao bem-estar dos trabalhadores e em defesa da economia nacional.

Por exemplo, Veneziano Vital votou contra às reformas trabalhista, proposta pelo governo de Michel Temer, e da previdência, proposta por Jair Bolsonaro, a primeira como deputado, a segunda como senador.

Na onda de privatizações promovida por Jair Bolsonaro, Veneziano votou contra a privatização da Eletrobras e já se manifestou também contrário à dos Correios. Sobre a política de preços da Petrobras, um dos pilares da inflação atual, o senador tem defendido uma mudança e criticado insistentemente a dolarização, que é o principal fator a elevar os preços dos combustíveis.

Segundo ele declarou ao Portal Correio, em fevereiro desse ano:

“Não podemos basear a nossa realidade, nossas peculiaridades, nossas dificuldades, com as especificidades de outras nações. É injusto e incompatível”.

Alguma diferença com os posicionamentos das bancadas progressistas no Congresso?

Portanto, a aliança de Veneziano com Lula, Ricardo Coutinho e o PT na Paraíba não pode ser entendida apenas como um arranjo político que não leva em conta alinhamentos e grande identidade política e cujos compromissos vão além dos objetivos eleitorais. Lula sabe que pode contar com Veneziano e Ricardo Coutinho na defesa de projetos mais identificados com uma agenda progressista.

Se a prática é mesmo o critério da verdade, sobretudo em um mundo onde as “narrativas” se confundem com a realidade, cada vez mais dura para a maior parte do nosso povo, seria injusto e um grave erro político para a esquerda da Paraíba não levar em conta a visão progressista de política que tem Veneziano na hora de decidir seu voto.

Quem faz isso não só briga com a realidade, mas age conscientemente em nome de um projeto político que é e será a negação das mais generosas tradições da esquerda brasileira. E em um dos momentos mais graves da nação.  

Depois eu volto para tratar da candidatura de Ricardo Coutinho ao Senado.

Publicado por Flavio Lucio Vieira

Professor do Departamento de História da UFPB, doutor em Sociologia.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: