VENEZIANO PERGUNTA: ao invés de um tomógrafo novo, por que João Azevedo preferiu instalar um usado em Sousa?

Em visita a Sousa, no alto sertão paraibano, o senador e pré-candidato a governador, Veneziano Vital se defrontrou com mais um ato que evidencia a falta de compromisso de João Azevedo com a saúde do povo, sobretudo com aquele que mais precisa, o que revela o quanto é espírito mesquinho do atual governador.

Veneziano constatou in loco que o tomógrafo adquirido com os recursos de emenda parlamentar inserida por ele no orçamento federal não foi instalado em Sousa. Ao invés de um tomógrafo mais novo e mais moderno, João Azevedo instalou um equipamento usado em Sousa. E deve ter sido desviado o novo provavelmente para o Hospital de Traumas de João Pessoa.

Um tomógrafo computadorizado auxilia o médico a diagnosticar doenças e alterações no corpo (fraturas, tumores, AVC, nódulos). A tomografia computadorizada é um dos métodos para diagnosticar doenças mais eficazes e solicitados do mundo no mundo.

Qual o critério para essa escolha que prejudica a população de Sousa, pergunta o candidato a governador da coligação MDB-PT? A população de Sousa não merece um equipamento mais moderno? Eu acrescentaria mais uma pergunta: será que a intenção que está por trás dessa atitude mesquinha de um governador que não tem realizações a mostrar, é não permitir que a iniciativa de Veneziano de destinar recursos para equipar nossos hospitais, principalmente em regiões mais carentes, ajude a identificá-lo pela população sousense e paraibana como um político preocupado com a saúde pública?

Impedir que iniciativas tão relevantes e necessárias à população, como colocar em uso um tomógrafo, tanto evidenciariam a inoperância do atual governo, que começa a assustar a Paraíba, como ajudam a mostrar os compromisso de Veneziano com a saúde pública.

Em Picuí: seis meses depois, João Azevedo não instalou tomógrafo da cidade

Na semana passada, o senador Veneziano Vital voltou à cidade de Picuí, no Seridó paraibano, para constatar mais uma vez o tamanho da mesquinhez do atual governador João Azevedo. Veneziano inseriu no Orçamento Federal uma Emenda Parlamentar no valor de R$ 1.249.922,00 (um milhão, duzentos e quarenta e nove mil, novecentos e vinte e dois reais) destinados à compra de um tomógrafo para os pacientes do Hospital Regional Felipe Tiago Gomes, em Picuí.

A população da região polarizada por Picuí não pôde ainda usufruir desse equipamento. É que, apesar de ter chegado à cidade há quase seis meses, o tomógrafo continua encaixotado em razão das obras necessárias para a instalação não terem sido feitas até agora pelo Governo do Estado, que mantem o Hospital Regional de Picuí.

Publicado por Flavio Lucio Vieira

Professor do Departamento de História da UFPB, doutor em Sociologia.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: