Enquanto Veneziano é contra, Pedro Cunha Lima defende privatização da Cagepa

Durante entrevista concedida, ontem, em Campina Grande, o pré-candidato a governador pela coligação MDB-PT, Veneziano Vital, reafirmou ser contra a privatização da Cagepa.

“O MDB acha que entregar patrimônio público irá resolver os problemas de esgotamento sanitário e de abastecimento? Claro que não! Pergunte qual é a segurança que um município pequeno terá, na manutenção dos seus serviços de abastecimento de água, por uma empresa privada. Tem candidato que há mais de dez anos tem o desejo de se desfazer da Cagepa. O que precisamos é mais investimentos na empresa para a melhoria dos seus serviços. Precisamos é melhorar a empresa, isso sim”.

Veneziano aproveitou para reafirmar sua posição contrária à privatização da Eletrobrás, cujos destinos serão decididos provavelmente no TCU.

O outro candidato a quem Veneziano atribui o antigo desejo de privatizar a Cagepa é o tucano Pedro Cunha Lima, que, em mais de uma ocasião, defendeu a privatização da empresa estatal de saneamento e distribuição de água paraibana.

Pedro Cunha Lima (PSDB) quer parecer muito moderninho, mas não passa de um dogmático neoliberal ultrapassado. Em fevereiro do ano passado, ele primeiro admitiu “abrir a concorrência na CAGEPA”, ou seja, ele defende, sem dizer como, que empresas privadas concorram com a Cagepa. Em 2022, ele deu um passo à frente para acenar, como fez o pai em 2014, para os tais “investidores privados” já admitindo vender a Cagepa para o setor privado.

“Se me perguntarem, Pedro, você vai privatizar a Cagepa? Eu respondo, não sei se esse é o caminho, mas se for, vamos optar por ele (…). Não existe nenhum receio de ficar contra todo um ambiente que no imaginário muitas vezes coloca isso (privatização) como algo ruim, porque a empresa é do povo.”

Falou o filho de um ex-governador que governou a Paraíba por quase dois mandatos. Aliás, um dos programas implementados por Cássio Cunha Lima, o Boa Nova, financiado por uma linha de crédito aberta pela Caixa Econômica durante o governo Lula para estimular investimentos em saneamento básico, promoveu grandes avanços nesse setor na Paraíba.

Nos últimos 20 anos, a rede de esgotos da Paraíba dobrou de tamanho e está próxima dos 60% no abastecimento de água e no atendimento urbano de esgoto. Em João Pessoa, mesmo com o crescimento exponencial da cidade, a cobertura é de quase 80%; Campina Grande está quase 100% saneada. Nada disso teria sido possível sem a Cagepa.

Ou Pedro julga que uma empresa privada arriscaria investir em um estado onde mais de 90% do território é localizado no semiárido, ao não ser no filé mignon das regiões metropolitanas de João Pessoa e Campina Grande – aliás, depois de já feitos o grosso dos investimentos com recursos públicos em infraestrutura de saneamento. Essas empresas receberiam de mão beijada, assim como aconteceu no setor elétrico, uma gigantesca estrutura em pleno funcionamento e cobrariam tarifas altíssimas e sempre reajustadas muito acima da inflação.

Pedro Cunha Lima deveria observar o que acontece no mundo, sobretudo na Europa, onde, segundo levantamento de 2017 (veja aqui), nos últimos 20 anos “foram registrados 267 casos de “remunicipalização”, ou reestatização, de sistemas de água e esgoto. No ano 2000, de acordo com o estudo, só se conheciam três casos.”

As reestatizações têm ocorridos em razão em dos altos preços das tarifas cobrados por empresas privadas, serviços ineficientes e baixos investimentos.

Saneamento e distribuição de água é um setor muito importante para um estado como a Paraíba entregar nas mãos de empresários. O que é necessário é um governo que tenha metas claras a atingir e as coloque em prática.

Publicado por Flavio Lucio Vieira

Professor do Departamento de História da UFPB, doutor em Sociologia.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: