CORRUPÇÃO NO GOVERNO BOLSONARO: Veneziano assina CPI do MEC; Daniella Ribeiro, não

O Senador Randolfe Rodrigues (Rede) divulgou que conseguiu as 27 assinaturas que são o mínimo necessário para a instalação da CPI do MEC. Da bancada da Paraíba, assinaram o requerimento Veneziano Vital e Nilda Gondim. A senadora Daniella Ribeiro se recusou até agora a apoiar as investigações sobre corrupção no MEC na gestão do ex-ministro Milton Ribeiro, preso na última terça-feira.

A revelação de que o presidente da República passou informações para Milton Ribeiro sobre uma possível busca e apreensão na residência do ex-ministro, tornam a CPI uma necessidade. Em outra interceptação telefônica, a esposa de Ribeiro disse que ele já sabia antecipadamente da operação.

A recusa de Daniella Ribeiro em assinar a CPI do MEC não surpreende, afinal postura da senadora  no Congresso sempre foi de apoio às pautas bolsonaristas. Aliás, nisso ela não está sozinha. Os posicionamentos tanto de Daniella Ribeiro quanto do irmão, Aguinaldo, são rigorosamente iguais.

Publicado por Flavio Lucio Vieira

Professor do Departamento de História da UFPB, doutor em Sociologia.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: