Jair Bolsonaro humilha publicamente Cícero Lucena

O prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena, teve uma recepção merecida da plateia de bolsonaristas que foi acompanhar, hoje pela manhã, a inauguração dos Residenciais Canaã I e II, no Bairro das Indústrias.

Apesar dos acenos ao presidente e de infestar a administração pessoense de bolsonaristas, Cícero Lucena recebeu uma vaia de fazer corar até Valdemar Costa Neto, o presidente nacional do PL, o partido de Bolsonaro, preso por corrupção.

Eu poderia dizer que o prefeito de João Pessoa mereceu em razão desse esforço rasteiro de subserviência, de quem acende uma vela para Deus e ao diabo ao mesmo tempo, mas o ato foi de extrema deselegância, de falta de urbanidade e civilidade, próprio do bolsonarismo, afinal, estava ali o anfitrião, o prefeito da cidade que recebia o presidente numa cerimônia de Estado, bancada com dinheiro público.

Mais vergonhosa ainda foi a atitude do presidente da República. Ao invés de acalmar seus seguidores e pedir respeito para quem tinha sido convidado a falar, Jair Bolsonaro deu seguimento ao ato de provocação, levantando-se ao lado de Nilvan Ferreira, ao mesmo em que pedia à plateia que aplaudisse o seu pré -candidato a governador. Era um comício que se assistia. Nilvan Ferreira foi derrotado por Cícero Lucena no segundo turno da eleição para prefeito de João Pessoa, em 2020.

É um verdadeiro circo de horrores o que o Brasil presencia hoje. Cícero Lucena aprenderá a lição?

Publicado por Flavio Lucio Vieira

Professor do Departamento de História da UFPB, doutor em Sociologia.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: