LÁ E LÔ: Cícero Lucena é bolsonarista e principal aliado de João Azevedo

A humilhação imposta hoje pelo presidente Jair Bolsonaro ao prefeito de João Pessoa é resultado de um jogo duplo comum, de uma divisão de trabalho entre João Azevedo e Cícero Lucena. Mesmo antes de assumir o governo, João Azevedo fez vários acenos a Jair Bolsonaro, e a recusa em discursar durante o comício em apoio a Fernando Haddad, no segundo turno da eleição presidencial de 2018, podem ter certeza, foi o primeiro de muitos. Ali ficou delineada a estratégia política do futuro governo João Azevedo.

Lula estava preso e incomunicável, a eleição de Jair Bolsonaro quase um fato consumado, uma viragem à direita no Congresso como nunca o Brasil havia presenciado havia se consumado. O mar realmente não estava para peixe. Mas, é nessas horas que o caráter de certas pessoas se revela.

Pois bem, o governo João Azevedo mal tinha completado seis meses quando Ricardo Barbosa, um dos deputados estaduais mais influentes da base de João Azevedo – hoje candidato a federal, – defendeu uma aproximação com Jair Bolsonaro. Ricardo Barbosa chamou à época as diferenças com o presidente de “picuinhas” (leia aqui).

“O governador João Azevedo está no caminho certo e a política de governo tem que estar acima dessas futricas políticas”.

E deu um recado para quem criticava essa aproximação com Jair Bolsonaro: “E para essas pessoas, externo o nosso desprezo”.

Ricardo Barbosa já frequentou muitos palanques na Paraíba. Já foi considerado da “cozinha” dos Cunha Lima: foi assessor do então governador Ronaldo Cunha Lima, foi levado para governo FHC por Cícero Lucena, conseguiu uma vaga na Assembleia Legislativa por conta do apoio de Cássio Cunha Lima. Traiu Cássio e hoje é um dos mais próximos conselheiros de João Azevedo.

A estratégia de aproximação de João Azevedo com Bolsonaro defendida publicamente por Ricardo Barbosa pressupunha, por óbvio, um afastamento do campo petista. Por isso, seis meses depois, João Azevedo anunciava sua saída do PSB e, logo em seguida, a entrada no direitista Cidadania, expressando sua identificação com os valores do presidente do partido, o ex-ministro da Cultura de Michel Temer, Roberto Freire.

“Ressalto a ‘Carta de Princípios‘ do partido publicada em 24 de março de 2019, onde nos sentimos representado”, escreveu João Azevedo em carta que comunicava sua decisão de entrar no Cidadania.”

Como Bolsonaro não deu muita bola aos acenos de João Azevedo por conta de sua base política na Assembleia Legislativa da Paraíba, restou ao governador da Paraíba manter distância do campo progressista. Em abril de 2020, dois meses depois de se filiar ao Cidadania, João Azevedo já se embrenhava alegremente na estratégia da direita tradicional brasileira, começando por jogar água no moinho da terceira via na eleição presidencial, defendendo o nome do apresentador global Luciano Huck, para quem estenderia o “tapete vermelho”, porque, segundo ele, seria uma opção contra “os extremos” representados pelas candidaturas de Lula e Bolsonaro.

Eu acho que Huck é um nome novo, que foge dos extremos que o Brasil nesse momento polariza entre a esquerda e a direita ( João Azevedo).

João Azevedo já disse não querer ninguém que não apoie Lula em sua chapa. Aguinaldo Ribeiro é líder da maioria no Congresso Nacional com as bençãos de Artur Lira. Cícero Lucena é bolsonarista.

Enfim, esse é o governador que temos, que ruma na direção que o vento sopra. O povo teria outra definição mais adequada para esse comportamento, mas é melhor que ele se pronuncie nas urnas. Até lá, resta a diversão de ver João Azevedo e seus aliados desprezados por Jair Bolsonaro.

E Lula pedindo voto para Veneziano e Ricardo Coutinho.

Publicado por Flavio Lucio Vieira

Professor do Departamento de História da UFPB, doutor em Sociologia.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: