DATAFOLHA: medidas eleitoreiras de Bolsonaro (29%) não afetaram favoritismo de Lula (47%)

Mesmo depois do saco de bondades inequivocamente eleitoreiras, que incluíram redução de ICMS dos combustíveis e aumento de R$ 200,00 nos benefícios do antigo Bolsa Família, tudo com prazo de validade até dezembro, o desempenho eleitoral de Jair Bolsonaro pouco foi afetado positivamente, apesar do pequeno crescimento entre os eleitores que ganham até 2 salários mínimos. Lula, por outro lado, cresceu em outras faixas de renda.

Segundo pesquisa Datafolha divulgada há pouco, o percentual dos eleitores que pretendem votar no presidente-candidato oscilou um ponto percentual para cima, e foi de 28 para 29%, ou seja, dentro da margem de erro da pesquisa, que é de 2%. Por outro lado, o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva manteve os 47% da última pesquisa, e venceria no primeiro turno se a eleição fosse hoje. Ciro Gomes manteve também o mesmo desempenho da última pesquisa e se manteve com 8%. Simone Tebet, 2.

Como eu considero que o início da campanha, sobretudo na TV, tenderá a beneficiar mais Lula do que Bolsonaro, não enxergo muita margem para o atual presidente reverter essa desvantagem num ambiente que há meses parece cristalizado. Dois pontos tenderão a prevalecer no debate eleitoral: a comparação entre os imperceptíveis avanços do governo atual – em geral, o que se viu foram retrocessos – com as realizações do governo Lula; e as lembranças do negacionismo de Bolsonaro durante a pandemia que resultou no desastre humanitário com a morte de quase 700 mil brasileiros. A posição de Lula contrária à política de preços dolarizados dos combustíveis será outra questão em que Lula deve colocar Bolsonaro nas cordas.

Como a estratificação dos números da pesquisa por região não foram divulgados, vou deixar para comentar depois os impactos da liderança de Lula no Nordeste e, em especial, na campanha de Veneziano Vital, que receberá o ex-presidente em seu palanque no próximo dia 4 de agosto, em Campina Grande.

Publicado por Flavio Lucio Vieira

Professor do Departamento de História da UFPB, doutor em Sociologia.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: