A PROPOSTA DE VENEZIANO PARA O TURISMO: mais investimentos e sustentabilidade

Em discurso realizado durante caminhada promovida pelo prefeito de Cabedelo, Victor Hugo, pelas ruas da praia de Jacaré, Veneziano Vital aproveitou a vista do pôr-do-sol, às margens exuberantes do Rio Paraíba, para anunciar que o turismo será uma das prioridades estratégicas para as políticas de desenvolvimento econômico do seu governo, caso seja eleito. O candidato a governador do MDB lembrou que o setor turístico sente como nenhum outro os efeitos desastrosos da administração João Azevedo, que se evidenciaram durante e após a pandemia.

“João Azevedo não colocou o turismo no centro da agenda econômica do Estado. Pelo contrário, o relegou um lugar secundário”, disse Veneziano

Investimentos em infra-estrutura turística e em divulgação, além do envolvimento do chamado trade na elaboração e acompanhamento das políticas para o setor, são as linhas-mestras da nova política para o turismo que Veneziano Vital pretende implementar na Paraíba nos próximos quatro anos.

Apesar de sempre lembrado nos programas de governo, o Turismo paraibano não conseguiu sustentabilidade a ponto de ser independente do governo. É isso que Veneziano deseja mudar. Para tanto, é necessário entender a capacidade e o potencial que o turismo tem de gerar emprego e renda na Paraíba, sendo um eficaz mecanismo de transferência de renda de outros estados e países para nosso estado. E com rebatimentos econômicos importantes em toda a economia. Ou seja, compreender o turismo como parte de uma política de desenvolvimento sustentável significa também entender os desafios de longo prazo da economia paraibana. Com isso, Veneziano deseja enfatizar a dimensão global do turismo e importância estratégica para as economias nacionais e regionais, sobretudo para a geração de emprego e renda.

No caso da Paraíba, sem ampliar os investimentos em infraestrutura, seja com recursos próprios e recorrendo ao financiamento através da apresentação de projetos a instituições de fomento nacionais e internacionais, a Paraíba não conseguirá dar o salto que sempre pretendeu dar e se manter como um destino turístico.

E, pelo que entendi, essa é apenas parte da estratégia de Veneziano. A outra, se complementa necessariamente com o estabelecimento de um novo papel para a PBTur, revigorando a autarquia, disponibilizando mais recursos, para fazê-la cumprir o papel para a qual foi criada: promover de maneura mais efetiva e mais agressiva o turismo paraibano, dentro e fora do Brasil, com a divulgação do nosso patrimônio histórico, a exuberância de nossas belezas naturais, o turismo de negócios, o turismo religioso, de aventura, de lazer e náutico.

Enfim, Veneziano Vital parece ser o único candidato que se mostra preocupado em apresentar diagnósticos e propostas para superação da crise paraibana.

Publicado por Flavio Lucio Vieira

Professor do Departamento de História da UFPB, doutor em Sociologia.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: