TAPETÃO É A ÚLTIMA ESPERANÇA DA IMPRENSA.GOV: ClickPB tenta constranger STF para impedir vitória de Ricardo Coutinho

Não dá para pensar em outra coisa que não desespero, somado ao compromisso de mostrar serviço, sobretudo em ocasiões críticas para o governo como a atual.

Matéria do ClickPB tenta fazer crer que Ricardo Coutinho atacou em áudio o TRE da Paraíba. Não só isso, o site governista diz com todas as letras que o ex-governador já sabe qual a decisão do STF sobre sua candidatura, o que provocaria gargalhadas não fosse esse um assunto muito sério.

Não se trata apenas de irresponsabilidade, apenas, porque a intenção parece óbvia: constranger os ministros da Suprema Corte para que Ricardo Coutinho seja impedido de disputar a eleição.

Porque, convenhamos, o que disse Ricardo Coutinho é o que diria qualquer advogado que acredita no que convencionalmente se chama de “bom direito”, ou seja, nas boas condições para sair vitorioso numa ação jurídica. E todo bom advogado que diz isso publicamente, não significa que ele sabe antecipadamente qual será a decisão de um magistrado. E Ricardo Coutinho, claro, conversa com seus advogados.

Nos últimos anos, virou prática corriqueira jo Brasil e na Paraíba alguns jornalistas usarem os meios que dispõem para constranger magistrados. Prática bolsonarista, diga-se. É disso que se trata nesse e em outros casos. Quando um site tenta manipular as palavras de qualquer cidadão para fins políticos e eleitorais, aí sim, está jogando uma névoa de dúvidas sobre a reputação do Poder Judiciário. Age contra a instituição.

Repito o que escrevi neste blog na última sexta-feira: a decisão do TRE não poderia ser sido outra a não ser negar o registro a Ricardo Coutinho, o que até a estátua de João Pessoa da Praça dos Três Poderes já sabia que aconteceria. O debate sempre foi outro porque a decisão sempre pertenceu à outra instância, no caso, ao STF.

E mesmo no caso do registro, a cadeia de recursos é longa. Mais uma vez: o caso da candidatura de Cássio Cunha Lima, em 2010, é paradigmático.

Não por acaso, o ClickPB se estapeia com o WSCOM, hoje, para carregar o estandarte de imprensa mais governista da Paraíba, e olhe que muito mais gente briga pela “honraria”. Além dos banners do governo estadual e da prefeitura de João, esses sites deveriam ganhar o selo imprensa.gov, atribuído por leitores (e eleitores) que os homenageiam todos as vezes que os acessam.

Publicado por Flavio Lucio Vieira

Professor do Departamento de História da UFPB, doutor em Sociologia.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: