MULHER AGREDIDA NA EPITÁCIO POR BOLSONARISTAS: Até quando João Azevedo vai se omitir para não melindrar aliados?

Prestem atenção nas imagens abaixo. Elas foram gravadas agora há pouco em frente ao Grupamento de Engenharia, no trecho de uma das mais agitadas avenidas de João Pessoa, que foi ocupado por bolsonaristas inconformados com a eleição de Lula desde a última segunda. Há mais de dois dias, essas pessoas criam dificuldades para o trânsito e defendem abertamente um golpe militar, portanto, cometem ilegalidades afrontando as instituições, o resultado da eleição e a ordem democrática do país.

Como é possível notar no vídeo acima, o automóvel tinha adesivos de Lula. Atingido na lataria por murros enquanto tentava atravessar a multidão, sem que os policiais militares presentes agissem para proteger a condutora e seu bem, sem sucesso a condutora Flávia Bonolo tentou sair do local. Cercada, ela foi agredida, teve seus óculos roubados e sua camisa rasgada.

Fazem isso sem serem sequer incomodados pela Polícia Militar, comandada pelo governador João Azevedo. E por quê? Para não melindrar aliados bolsonaristas, sobretudo o prefeito Cícero Lucena, que já pensa na reeleição daqui a dois anos? Ou é só a contumaz covardia, que nesse caso assume a forma de leniência?

Flávia Bonolo gravou um vídeo denunciando as agressões enquanto se dirigia à Central de Polícia acompanhada de quatro policiais para fazer um Boletim de Ocorrência.

Publicado por Flavio Lucio Vieira

Professor do Departamento de História da UFPB, doutor em Sociologia.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: