A aritmética eleitoral de Daniella Ribeiro

Caso se confirme a desistência de Aguinaldo Ribeiro de disputar o Senado e a opção for pela candidatura de Daniella ao governo, a decisão terá por base um aritmética política simples: se o quadro da disputa para o governo conta hoje com quatro candidatos ao Palácio da Redenção (João Azevedo, Veneziano Vital, Pedro Cunha LimaContinuar lendo “A aritmética eleitoral de Daniella Ribeiro”